Instalação Incorreta
| Postado em 29 de novembro de 2019 às 9:00

Associação revela quais são os melhores e os piores dispositivos para transporte de criança

Por Redação Portal

O Programa de Avaliação de Sistemas de Retenção Infantil (PESRI) divulgou na última quinta-feira (28) uma nova rodada de avaliação

Associação revela quais são os melhores e os piores dispositivos para transporte de criança
Verificar afixação do cinto/Divulgação

O Programa de Avaliação de Sistemas de Retenção Infantil (PESRI) divulgou na última quinta-feira (28) uma nova rodada de avaliação envolvendo onze sistemas de retenção infantil (SRI) comercializados no Brasil, Argentina, México e Uruguai, além de outros países da região.

De acordo com o PESRI, cada dispositivo de retenção passa por uma bateria de avaliações envolvendo o comportamento das cadeirinhas e demais recursos em impactos laterais e frontais, além de uma avaliação da facilidade de uso dos SRIs, o que resulta em uma classificação por estrelas.

Na avaliação mais recente nenhum SRI obteve a classificação máxima de cinco estrelas, sendo que apenas três modelos alcançaram quatro estrelas nos testes, todos com o sistema de fixação Isofix. Os dispositivos melhor avaliados foram o Joie Spin 360, o Kiddo Adapt e o Bebesit Suppersport.

“A maioria das cadeiras do mercado na América Latina é instalada e presa ao veículo com cinto de segurança. Isso aumenta a probabilidade de instalação incorreta devido à folga ou a perda de ajustes após vários dias e depois de uma instalação bem-sucedida. A maioria dos veículos que circulam nas ruas da região não está equipada com ancoragens Isofix; no entanto, é cada vez mais comum que novos modelos de veículos ofereçam Isofix como padrão. As ancoragens Isofix permitem que o SRI seja rigidamente instalado no carro, se o veículo estiver equipado com essas ancoragens Isofix. Elas contribuem para reduzir drasticamente o uso indevido e a instalação inadequada e, assim, melhorar significativamente a segurança”, destaca a PESRI.

“Para os consumidores, é importante incentivar o uso do SRI voltado para trás para crianças pequenas pelo menos até um ano e, quando possível, até os três anos. Como a maioria dos veículos no mercado latino-americano não possui proteção adequada contra impactos laterais, quando são utilizados boosters o PESRI recomenda o uso deste tipo de assento com encosto para melhorar a proteção contra impactos laterais. Qualquer ser humano abaixo de 1,35 m deve usar algum tipo de SRI”, destaca o PESRI em comunicado.

Fonte
Autoo


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar se

Notícias Relacionadas
Colunas
Colunas
Por João Eduardo Moraes de Melo

O Coronavírus e os acidentes de trânsito

Mais Vídeos
Seja você a mudança que quer para o mundoSeja você a mudança que quer para o mundo
Vídeos

Seja você a mudança que quer para o mundo

Clubinho Honda – Segurança no TrânsitoClubinho Honda – Segurança no Trânsito
Vídeos

Clubinho Honda – Segurança no Trânsito

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsitoEm todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito
Vídeos

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito

O uso da bicicleta facilita o trânsitoO uso da bicicleta facilita o trânsito
Vídeos

O uso da bicicleta facilita o trânsito