Bicicleta
| Postado em 13 de março de 2020 às 4:00

Bicicletas elétricas – Prós e contras

Por Redação Portal

Com o passar dos anos, muitas empresas acabaram lançando bicicletas elétricas no mercado.

Bicicletas elétricas – Prós e contras
Reprodução

Com o passar dos anos, muitas empresas acabaram lançando bicicletas elétricas no mercado. Hoje temos uma variedade imensa com diversas propostas e projetos inovadores, como o da startup Teebike, que promete transformar qualquer bicicleta em uma bicicleta elétrica. Mas quais seriam as vantagens e desvantagens desse tipo de bicicleta? É o que veremos neste artigo.

Pedalar sem fazer força

Um dos pontos das bicicletas elétricas que mais chamam a atenção é o fato de não precisar pedalar ou precisar fazer um esforço muito menor, se comparado às bicicletas tradicionais. Mas isso é bom o ruim? A resposta é que depende do caso.

Para uma pessoa que simplesmente quer comprar uma bicicleta elétrica com fins de exercício, uma bicicleta elétrica não seria tão interessante. Pois afinal de contas, a pessoa quase não se esforçaria durante o trajeto feito. Mas se ela utilizar para ir para o trabalho, para substituir o carro ou até mesmo para se deslocar por grandes distâncias (caso não tenha condicionamento físico), o motor elétrico será de grande utilidade.

Ao ir para o trabalho, a pessoa não quer chegar suada para realizar suas atividades ao lado de seus colegas ou de clientes. Nesta hora, o motor elétrico da bicicleta irá ajudá-la a chegar no trabalho sem a necessidade de tomar um banho (imagine se não houver chuveiro no local e ainda você chega ensopado de suor?).

A bicicleta elétrica é capaz de substituir o carro dependendo do trajeto feito (inclinações do terreno), sendo uma maneira sustentável de se deslocar e ao mesmo tempo fácil de estacionar nos locais. Este mesmo argumento serve para quando se faz longos trajetos, que nem sempre conseguiríamos concluir utilizando uma bicicleta comum. As vezes só precisamos chegar de um ponto ao outro para algum compromisso e o motor elétrico da bicicleta é útil nestas horas.

Peso do quadro

O peso do quadro de alguns modelos de bicicletas elétricas pode ser grande comparado as bicicletas tradicionais, pois nele vão uma bateria de íons lítio interna, o motor, o sistema de amortecimento mais robusto (molas), entre outras peças. Com isso, temos que ter em mente que se a bateria descarregar por completo, a força para deslocar com a bicicleta elétrica será grande.

Entretanto, há projetos de bicicletas que o quadro não pesa tanto por conta do tamanho da bateria, materiais utilizados no quadro, peso do motor, entre outros fatores. Além disso, existem projetos que não colocam nada nos quadros da bicicleta, como o da startup Teebike, que só utiliza a roda dianteira para acondicionar todo o sistema.

Freio

O freio da bicicleta elétrica tem que ser de qualidade, pois na maioria das vezes os quadros são pesados e quando há a necessidade de uma freada brusca, podem falhar dependendo da Tecnologia utilizada. O ideal é que o freio utilizado em uma bicicleta com motor elétrico seja a disco hidráulico, proporcionando um tempo de resposta bem menor e uma grande eficiência na frenagem. Algumas fabricantes utilizam freios a disco cabeados, para cortar custos, mas com isso os usuários de seus produtos correm o risco de sofrerem um acidente devido à baixa eficiência na frenagem.

Custo de manutenção

Algo interessante de se pensar, é o custo de manutenção das bicicletas elétricas frente aos carros. O dinheiro gasto anualmente para sustentar um carro é dezenas de vezes maior que o de uma bicicleta com motor elétrico. Se a pessoa se desloca por trajetos que muitos trechos íngremes excessivamente e anda por distancias não tão longas, é valido pensar em aposentar o seu carro em favor da economia de seu dinheiro e da sustentabilidade.

Qualidade e formatos muito variáveis

Um aspecto difícil que vemos nas bicicletas elétricas é o seu formato. Alguns fabricantes, por almejarem uma portabilidade maior delas, para ser possível carregá-las na mão ou colocá-las no porta-malas do carro, acabam desenvolvendo versões de quadros com vários pontos de dobra. Isso, por um lado, é interessante, devido a facilidade de se deslocar com elas, entretanto, há de se pensar que a ergonomia por vezes pode ser sacrificada, trazendo dores indesejadas no corpo dos usuários.

Bateria

A bateria de uma bicicleta elétrica é algo que tem que ser analisado, pois dependendo dos trajetos realizados diariamente pelo usuário, nem sempre ela terá carga o suficiente para passar o dia sem necessitar de uma recarga. Por isso, é interessante termos em mente a possibilidade de ser necessário pedalar sem a ajuda do motor elétrico ou escolher uma bicicleta que tenham uma boa autonomia. Isso acaba sendo uma faca de dois gumes, pois geralmente, quanto maior a bateria, mais pesado o quadro é e mais difícil de pedalar sem a ajudar do motor fica.

Conclusão

Comprar uma bicicleta elétrica pode ser uma boa ideia ou não dependendo do seu objetivo, das atividades realizadas no seu dia a dia e do trajeto realizado (elevação do terreno e distância percorrida).

Fonte
Oficina da net



Deixe sua reação


Deixe seu comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar se

Notícias Relacionadas
Colunas
Colunas
Por Abimadabe Vieira

Live: Cuidando do Futuro

Colunas
Por Abimadabe Vieira

Live: Acidentes de trânsito

Colunas
Por Abimadabe Vieira

Acompanhe a live

Mais Vídeos
Seja você a mudança que quer para o mundoSeja você a mudança que quer para o mundo
Vídeos

Seja você a mudança que quer para o mundo

Clubinho Honda – Segurança no TrânsitoClubinho Honda – Segurança no Trânsito
Vídeos

Clubinho Honda – Segurança no Trânsito

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsitoEm todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito
Vídeos

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito

O uso da bicicleta facilita o trânsitoO uso da bicicleta facilita o trânsito
Vídeos

O uso da bicicleta facilita o trânsito