Dicas
| Postado em 23 de junho de 2020 às 10:16

Descobra se o veículo usado adquirido já foi batido

Por Redação Portal

Comprar carros usados ou seminovos solicita inúmeros cuidados para a compra não vire um arrependimento

Descobra se o veículo usado adquirido já foi batido

Comprar carros usados ou seminovos solicita inúmeros cuidados para a compra não vire um arrependimento. Um dos fatores mais frequentes é comprar um automóvel que aparenta estar em boas condições, mas já foi batido ou sofreu algum dano crítico, inclusive na parte estrutural.

Solicite um laudo cautelar

Você pode solicitar o laudo cautelar no momento da transferência de titular do veículo, isso é exigido por lei, o vendedor do veículo precisa apresentá-lo. Pois esse documento mostra a situação em que se encontram as partes estruturais do veículo, como a mecânica, as condições de chassis, do motor, a autenticidade de documentação e da placa. Assim o vendedor poderá provar que o comprador estava ciente das condições em que o carro estava ainda na loja e o comprador entenderá o motivos de algumas mudanças internas e externas que não são do veículo de série.

Mudanças na textura

Um carro com a pintura restaurada possui uma falha que pode ser facilmente percebida. Isso acontece, pois as oficinas nem sempre conseguem reproduzir o mesmo acabamento original das montadoras do veículo, um veículo repintado não costuma ser liso, sempre haverá uma ou outra rachadura e a cor é completamente diferente. Para notar essas mudanças, prefira fazer uma vistoria durante o dia, pois  com o reflexo da luz natural é possível notar essas manchas, principalmente em pinturas metalizadas.

As irregularidades no veículo

Sobre as irregularidades, um teste bastante eficiente é ir até a traseira do carro e se encontrar ondulações há algo de errado neste veículo. Manusear as portas mais de uma vez também contribui para saber estado do mesmo, pois se elas não fecham perfeitamente, é provável ali houve uma batida. Confirme se há vãos além do normal nas portas e se há compatibilidade entre os parachoques e se o teto encontra-se amassado. Um outro teste conveniente, é conferir a aplicação de massa plástica, ao bater levemente na lataria, se houver mudança de barulho, provavelmente houve aplicação do produto nessa região, este tipo de produto é utilizado justamente para corrigir falhas provocadas por batidas.

Observe pontos estratégicos

Confira a parte dianteira do veículo, de preferência o vão entre o parachoque e o capô, que deve estar alinhado. Ao abrir e fechar o capô perceberá se ele encaixa se  corretamente, a mesma dica é válida para as portas e também para a tampa do porta-malas. Observe também se o painel traseiro, onde o parachoque é encaixado, aponta ferrugem ou alguma alteração na lataria, isso pode sinalizar que houve uma colisão. E se o porta-malas estiver muito aberto em uma das laterais, também é indício de batida.

Verifique o cofre do motor

No caso de colisão na parte dianteira, o cofre do motor é um dos pontos que mais revela a aparição de reparos precedentes e modificações. Observe também, se os parafusos que prendem os faróis na lataria foram removidos ou trocados e se o conjunto óptico tem o mesmo alinhamento em ambos os lados. Também atente-se  às etiquetas explicativas, que devem estar em suas posições originais colocadas pela própria montadora. Por exemplo, se um veículo da Chevrolet não possuir essa etiqueta pode indicar que o veículo já sofreu colisão na parte da parte frontal.

No caso de batidas frontais

O capô revela bastante se houve algum dano no veículo. Antes de adquirir o bem pretendido, observe o capô e verifique se há sinais de ferrugem e se ele permanece alinhado, vale lembrar, que soldas realizadas pelas montadoras dificilmente enferrujam. Na parte dianteira, onde se localiza o motor, confira algum sinal de solda  entre o painel e o paralama. Nas torres, onde os amortecedores ficam presos, também existe uma solda de fabricação que deve ser verificada. De modo geral, as montadoras não deixam um acabamento perfeito nas regiões citadas e há elevação da solda, que junto a pintura do carro deixa fica totalmente lisa. Confira sempre se a solda parece ter sido refeita, caso sim, o veículo pode ter sido reformado.

Verifique também as batidas traseiras

Os profissionais da área, conseguem corrigir colisões de diferentes intensidades na traseira do veículo. Um dos locais onde é impossível deixar em perfeitas condições, é onde se localiza o estepe, pois ao retirar o pneu reserva e analisar com cuidado a região, verá que quaisquer ajuste que tente fazer será insuficiente para deixar igual à versão original. Marcas de pintura, que podem ser vermelha, azul ou amarela, ficam nas porcas e parafusos quando o carro sai das montadoras e profissionais não conseguem reproduzir essas marcas ao consertar.

Leve em mecânico

Se você conhece um profissional ou recebeu a indicações de um, não hesite em levar o veículo para que o profissional faça uma avaliação,  por possuir experiência neste assunto, ele vai ter um olhar clínico e perceberá possíveis batidas. Na verdade, todos esses testes descritos neste artigo serão repetidos, mas ele pode identificar outros fatores que passaram despercebidos por você.

0 0 vote
Article Rating

Fonte
Mix Vale


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas
Colunas
Colunas
Mais Vídeos
Seja você a mudança que quer para o mundoSeja você a mudança que quer para o mundo
Vídeos

Seja você a mudança que quer para o mundo

Clubinho Honda – Segurança no TrânsitoClubinho Honda – Segurança no Trânsito
Vídeos

Clubinho Honda – Segurança no Trânsito

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsitoEm todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito
Vídeos

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito

O uso da bicicleta facilita o trânsitoO uso da bicicleta facilita o trânsito
Vídeos

O uso da bicicleta facilita o trânsito