Continua em Queda
| Postado em 22 de abril de 2020 às 8:45

Petróleo para entrega em junho continua em queda

Por Redação Portal

Petróleo Brent segue em queda nesta quarta e é negociado abaixo de US$ 19

Petróleo para entrega em junho continua em queda
Reprodução

Os preços internacionais do petróleo para entrega em junho operam novamente em queda nesta quarta-feira (22).

Por volta das 7h (horário de Brasília), o barril do petróleo Brent recuava 2,17%, a US$ 18,91. Mais cedo, no mercado futuro de Londres, o barril chegou a cair 15,26%, recuando a US$ 16,38, o menor valor desde 1999.

Já o barril WTI tinha queda de 3,98% nos EUA, a US$ 11,11. Mais cedo, chegou a perder 8,04%, caindo a US$ 10,76.

Na terça-feira, os contratos futuros do Brent para entrega em junho recuaram 24%, para US$ 19,33 por barril, no menor valor desde fevereiro de 2002. Já o petróleo dos EUA caiu 43%, a US$ 11,57.

Poucos compradores; aumento das reservas

O colapso da demanda devido à crise do COVID-19 e a falta de recursos para armazenar a produção excedente estão afetando fortemente os preços do petróleo.

O contrato de barril de WTI para entrega expirou nesta terça-feira (21), o que significou que aqueles que o assinaram tiveram de encontrar compradores físicos. Com o aumento das reservas nos Estados Unidos nas últimas semanas, os produtores foram obrigados a baixar o preço para fazer essa conta fechar, provocando o colapso dos preços na segunda, quando fechou em território negativo.

Na semana passada, a Administração de Informações sobre Energia dos EUA informou que as reservas de petróleo subiram 19,25 milhões de barris, enquanto a demanda recuou 30%.

Mercado pressionado

Embora países produtores tenham concordado em reduzir bombeamento e as maiores petroleiras do mundo também estejam diminuindo produção, os cortes não serão rápidos o suficiente para evitar problemas nas próximas semanas.

Nas últimas semanas, o mercado de petróleo tem sido pressionado com o avanço do coronavírus. Bloqueios e restrições de viagens em todo planeta têm um forte impacto na demanda. A crise aumentou depois que a Arábia Saudita, membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), iniciou uma guerra de preços com a Rússia, que não integra o cartel.

0 0 vote
Article Rating

Fonte
G1


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas
Colunas
Colunas
Mais Vídeos
Seja você a mudança que quer para o mundoSeja você a mudança que quer para o mundo
Vídeos

Seja você a mudança que quer para o mundo

Clubinho Honda – Segurança no TrânsitoClubinho Honda – Segurança no Trânsito
Vídeos

Clubinho Honda – Segurança no Trânsito

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsitoEm todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito
Vídeos

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito

O uso da bicicleta facilita o trânsitoO uso da bicicleta facilita o trânsito
Vídeos

O uso da bicicleta facilita o trânsito