Notícias
| Postado em 19 de novembro de 2019 às 4:57

Promotoria investiga inconstitucionalidade de lei que proíbe remoção de veículos com IPVA atrasado, na PB

Por Redação Portal

O procedimento foi instaurado pelo promotor de Justiça Osvaldo Lopes, que requisitou da prefeitura e da Câmara a documentação relativa à aprovação da lei.

Promotoria investiga inconstitucionalidade de lei que proíbe remoção de veículos com IPVA atrasado, na PB
Reprodução

A Promotoria de Justiça de São Bento instaurou um procedimento administrativo e solicitou a análise de possível inconstitucionalidade da Lei Municipal nº 751/2019. Essa lei proíbe a apreensão ou remoção de veículo por autoridade de trânsito em virtude do atraso no pagamento do Imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA), no município do Sertão da Paraíba.

O procedimento foi instaurado pelo promotor de Justiça Osvaldo Lopes, que requisitou da prefeitura e da Câmara a documentação relativa à aprovação da lei. A legislação foi sancionada no último dia 13 pelo prefeito Jarques Lúcio.

No procedimento, o promotor encaminhou expediente ao procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, solicitando que seja examinada a possibilidade de ajuizar ação de inconstitucionalidade perante o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) contra a lei municipal.

O promotor disse que a Lei nº 751/2019 afronta o disposto em normas federais. Ele destaca a decisão do Supremo Tribunal Federal na ADI 2998 que considerou válido exigir pagamento de multas de trânsito e tributos para a liberação de certificado de registro e licenciamento de veículo, com a devida remoção, como medida administrativa.

O promotor Osvaldo Lopes ressalta ainda que, em se tratando de normas de trânsito, a proibição de circulação de veículos sem IPVA pago visa assegurar a fiscalização dos veículos. “Portanto, senão há pagamento de tributo, o veículo não é licenciado; se não é licenciado, não pode transitar nas vias terrestres urbanas e ruais e, caso opte por transitar, praticará infração gravíssima de trânsito, cuja medida é a remoção do veículo”, enfatiza o promotor.

Fonte
Click Pb


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Notícias Relacionadas
Recall

Hyundai chama i30 para recall; airbags podem se abrir com impactos em ...

A Hyundai anunciou um recall envolvendo 112.585 unidades do i30 de primeira geração, feitos...

DPVAT

Seguradora quer reverter decisão do governo de extinguir Dpvat

De cada 10 veículos na rua, menos de três têm seguro facultativo – mais de 70% transitam...

Dúvidas

Gasolina com água e combustível incolor. O que é mito e verdade?

Quando o assunto é a gasolina que vai para o motor do carro, todo cuidado é pouco. Apesar de todas...

Colunas
Colunas
Colunas
Colunas