Notícias
| Postado em 02 de dezembro de 2019 às 10:25

Segurança Pública aprova novas regras para registro de veículos acidentados

Por Redação Portal

Entre as mudanças introduzidas está a determinação de que a expedição do novo Certificado de Registro de Veículo (CRV)

Segurança Pública aprova novas regras para registro de veículos acidentados
Agência Câmara Notícias

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou na última quarta-feira (27) proposta que define ações para o combate às fraudes envolvendo a clonagem de veículos. O texto aprovado é o substitutivo do deputado Paulo Ramos (PDT-RJ) ao Projeto de Lei 5017/09.

O projeto é de autoria da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Desmanche, que investigou, em 2004, a atuação da máfia de carros salvados – veículos acidentados com perda total que são colocados de volta no mercado.

O projeto original fixa prazo de 60 dias para que o proprietário de veículo irrecuperável requeira a baixa do registro, que deve acontecer independentemente do pagamento de taxas de impostos. A versão aprovada, que altera o Código de Trânsito Brasileiro e a Lei do Desmanche, é mais completa.

Mudanças

O substitutivo de Paulo Ramos mantém as linhas gerais do substitutivo aprovado em 2015 na Comissão de Viação e Transportes, elaborado pelo deputado Hugo Leal (PSD-RJ).

Entre as mudanças introduzidas por Ramos está a determinação de que a expedição do novo Certificado de Registro de Veículo (CRV) seja comunicada ao Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), onde se criará um registro histórico e público do veículo, contendo a relação dos donos e a quilometragem exibida no odômetro a cada transferência.

Outra alteração determina que o proprietário de veículo irrecuperável, vendido ou leiloado como sucata, solicite a baixa do registro antes da sua destinação final e no prazo de 15 dias após a constatação da sua condição através de laudo.

Ramos incluiu ainda um dispositivo que autoriza os departamentos de trânsito a celebrarem acordos com entidades representativas das seguradoras, ou com entidades privadas que gerenciam bancos de dados sobre gravames ou sinistros de veículos, para facilitar o intercâmbio das informações sobre a ocorrência de perda total de veículos.

Registro

O texto aprovado determina a inclusão do número de identificação do motor no CRV. Além disso, inclui, na inspeção de segurança já prevista no Código de Trânsito, procedimentos voltados para certificar a identificação do veículo.

Para a proteção dos adquirentes de veículos que tenham sofrido sinistro, o substitutivo prevê que essa situação ficará explicitada no novo certificado de registro de veículo, que deverá trazer a seguinte informação: “Veículo sinistrado por roubo e recuperado”.

Todas as ocorrências policiais relacionadas ao veículo deverão ser informadas, pela autoridade policial, ao Renavam, e também constarão desse registro.

A proposta estabelece ainda que após o período de cinco anos sem o licenciamento, o órgão de trânsito poderá dar baixa do registro do veículo, assegurado ao proprietário o prazo de 60 dias, contado da notificação, para a regularização.

O texto aprovado altera o tipo de infração para o ato de deixar de requerer a baixa do registro de veículo irrecuperável ou definitivamente desmontado, que sai de “grave” para “gravíssima”.

Tramitação

O projeto será avaliado agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Se aprovado, segue para o Plenário da Câmara.

Fonte
Dourados Agora


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Notícias Relacionadas
Curso

Instituição de ensino abre inscrições para pós graduação em Gestão de Trânsito

O Centro Integrado de Educação – Unicorp abriu inscrições para o curso de pós graduaç...

Segurança

Fiscalização nas rodovias é ampliada graças à tecnologia

Com o final do ano se aproximando, o número de veículos trafegando pelas estradas federais...

Toyota

Toyota Etios Sedã ganha preparação para GNV por R$ 5.360

O Toyota Etios Sedã ganhou uma opção para ser abastecido com Gás Natural Veicular (GNV), prometendo...

Colunas
Colunas
Colunas
Colunas