Maio Amarelo
| Postado em 15 de maio de 2020 às 10:12

Segurança viária no foco de operação da PRF em Minas

Por Redação Portal

A PRF iniciou ontem (14) a operação engajada no Movimento Maio Amarelo

Segurança viária no foco de operação da PRF em Minas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia em Minas Gerais, nesta quinta-feira (14), a Operação Nacional de Segurança Viária. Engajada no Movimento Maio Amarelo, a instituição aposta na ostensividade de suas equipes em pontos críticos de acidentalidade para coibir condutas perigosas e assim reduzir o número de acidentes nesses locais.

Até a próxima segunda-feira (18), diversos trechos com maior índice de acidentalidade, considerando o período de 11/03 a 30/04, receberão o reforço de equipes PRFs para as ações, prioritariamente, preventivas e educativas. A ação compreenderá os trechos de todas as 17 delegacias na instituição no estado. Em todo o país, foram levantados 150 trechos de atenção neste momento pela PRF.

Durante o período de pandemia do novo coronavírus, a PRF registrou no estado de Minas Gerais uma redução de aproximadamente 24% no número de acidentes se comparado ao mesmo período do ano passado. Entre 11 de março até 30 de abril de 2020, foram registrados 1.078 acidentes, contra 1.405 em 2019. Houve redução também no número de feridos, que caiu de 1.410 para 1.014, uma queda de aproximadamente 29%. Entretanto, o número de mortos aumentou cerca de 18%, passando de 77 em 2019 para 91 neste ano. O índice registrou crescimento devido a alguns acidentes com elevada letalidade, como a colisão frontal entre um caminhão e um ônibus que deixou 11 mortos e 17 feridos, na BR-365, em Pirapora, no dia 22 de março.

A Operação busca fazer com que motoristas percebam os potenciais riscos à segurança no trânsito mesmo com a redução no número de veículos transitando nas rodovias durante a pandemia. A estratégia reforça o tema do Maio Amarelo: “Perceba o risco. Proteja a Vida”, alinhada com a campanha PRF que faz o alerta de “em tempos de pandemia, se for sair de casa, respeite as leis de trânsito”.

Condutas como realizar ultrapassagens indevidas, combinar álcool e direção, abusar do excesso de velocidade, por exemplo, são atos que podem gerar acidentes e vítimas graves; e estarão no foco dos agentes.

O uso do capacete e do cinto de segurança são práticas capazes de minimizar a gravidade das lesões em vítimas de acidentes trânsito. A falta de atenção, não manter distância de segurança do veículo a frente, o desrespeito a veículos de menor porte, por exemplo, potencializam os riscos e serão observadas durante a operação.

Com a população consciente dos riscos que atitudes contrárias às leis e o trânsito podem oferecer, os acidentes podem ser evitados, tornando menor o número de feridos e maior a disponibilidade de leitos para as vítimas do coronavírus. Além disso, vítimas de acidentes podem se tornar potenciais infectados com a COVID-19 em razão da exposição ao vírus no ambiente hospitalar. Esse é também um risco que será ressaltado na Operação Nacional de Segurança Viária.

Fonte
Agência PRF


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar se

Notícias Relacionadas
Colunas
Colunas
Mais Vídeos
Seja você a mudança que quer para o mundoSeja você a mudança que quer para o mundo
Vídeos

Seja você a mudança que quer para o mundo

Clubinho Honda – Segurança no TrânsitoClubinho Honda – Segurança no Trânsito
Vídeos

Clubinho Honda – Segurança no Trânsito

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsitoEm todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito
Vídeos

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito

O uso da bicicleta facilita o trânsitoO uso da bicicleta facilita o trânsito
Vídeos

O uso da bicicleta facilita o trânsito