Informação
| Postado em 24 de outubro de 2019 às 3:35

Sintur-JP contesta projeto que permite pagamento de meia passagem em dinheiro por promover insegurança nos ônibus

Por Redação Portal

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa, Sintur-JP, considera um retrocesso do que vem sendo aplicado no transporte público de todo país, o Projeto de Lei 236/2017.

Sintur-JP contesta projeto que permite pagamento de meia passagem em dinheiro por promover insegurança nos ônibus
Walla Santos

Um dia após os vereadores de João Pessoa terem aprovado um projeto de lei permitindo que os estudantes possam pagar a meia passagem nos ônibus em dinheiro, para não depender exclusivamente do cartão de passe, o Sindicato representativo das empresas de transporte emitiu uma nota considerando a lei como um retrocesso. Nesta quinta-feira (24) a imprensa recebeu uma nota do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa (Sintur-JP) se posicionando sobre o projeto de lei.

De acordo com o Sintur-JP a medida favorece a insegurança dentro dos ônibus, já que a circulação de dinheiro nos coletivos chama atenção de possíveis assaltantes. Além disso, eles alegam que o tempo de embarque seria prejudicado, já que os estudantes precisariam apresentar comprovante para poder pagar a meia passagem em dinheiro.

“Para o Sintur-JP, se sancionado, este Projeto de Lei pode fragilizar ainda mais o setor, que já se encontra em crise financeira, e refletir no valor da passagem que é paga por todos os usuários”, finaliza a nota.

Nota Sintur-JP

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa, Sintur-JP, considera um retrocesso do que vem sendo aplicado no transporte público de todo país, o Projeto de Lei 236/2017, aprovado nesta quarta (23), na Câmara de Vereadores de João Pessoa.

Além de favorecer a insegurança nos ônibus, a volta da circulação de dinheiro nos coletivos implica negativamente em muitos outros fatores, como o tempo de embarque dos passageiros, uma vez que os estudantes precisariam apresentar um comprovante estudantil para embarcar e garantir o direito da meia passagem. Hoje, temos um sistema ágil em operação, que é o da biometria facial.

Para o Sintur-JP, se sancionado, este Projeto de Lei pode fragilizar ainda mais o setor, que já se encontra em crise financeira, e refletir no valor da passagem que é paga por todos os usuários.

Fonte
ClickPB


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Notícias Relacionadas
Acidente de trânsito

Caminhoneiro bêbado mata policial e fere outros 3

Um caminhoneiro alcoolizado matou o cabo Renan Gonçalves, da Polícia Militar, e feriu outras...

Atropelamento

Câmera flagra momento em que motorista perde controle da caminhonete e atropela ...

Uma mulher foi atropelada por uma caminhonete no final da manhã deste domingo (8), quando

...
Ciclista

Motorista embriagado atropela e mata ciclista

Um motorista de 25 anos embriagado atropelou dois ciclistas na manhã deste sábado na Dutra...

Colunas
Colunas
Colunas