Cuiabá
| Postado em 06 de abril de 2020 às 9:26

Só trabalhadores essenciais usará transporte público

Por Redação Portal

Em Cuiabá ,somente trabalhadores de áreas essenciais poderão utilizar transporte coletivo

Só trabalhadores essenciais usará transporte público
Reprodução

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob), da Prefeitura de Cuiabá,vai criar cinco linhas para atender todas as regiões (norte, sul, leste e oeste), que poderão ser dimensionadas, expandidas ou racionalizadas, de acordo com a oferta e demanda.

O decreto assinado pelo prefeito determina que 10% da frota seja destinada, exclusivamente, a servidores e funcionários da área da saúde, e 20% para os demais trabalhadores dos serviços essenciais. A medida entra em vigor na segunda-feira (6). Seguindo o decreto, a medida terá validade até o dia 10 de maio.

Pelo plano elaborado, os veículos dos servidores da saúde exclusivos sairão de diferentes regiões da cidade (Pedra 90, Tijucal, Terminal do CPA via Avenida Rubens de Mendonça, Terminal do CPA via Avenida Dante de Oliveira, Parque Cuiabá) com itinerários exclusivos em direção à praça Maria Taquara, local onde será realizado o transbordo para as regiões de destino.

Os demais veículos para o atendimento dos serviços essenciais, serão compostos pelas linhas regulares, com horários e intervalos intermitentes, respeitando o limite de 20% da frota, conforme estabelece o decreto. Necessário esclarecer que os demais trabalhadores, atuantes nas áreas essenciais, também deverão apresentar carteira funcional, carteira de trabalho ou qualquer outro documento que comprove o vínculo empregatício.

De acordo com o secretário titular da pasta, Antenor Figueiredo, a recomendação de diminuição de circulação de pessoas é uma medida extrema, porém essencial para a proteção social.

Ele explica ainda que no local do transbordo, os agentes estarão orientando e fiscalizando, cobrando identificação funcional ou carteira de classe que comprove o seu vínculo empregatício com as respectivas unidades de saúde.

Os veículos empregados serão os regulares do transporte municipal, que serão fornecidos pelas empresas do transporte coletivo das respectivas regiões de atendimento, e terão no seu painel de informação, o seu itinerário e os dizeres “servidores da saúde”, que deverão apresentar o crachá ou algo que o identifique como servidor das unidades de atendimentos.

Os veículos, além do motorista, contara com o apoio/escolta da Semob, que garantirá o acesso apenas desses servidores.

Os horários de atendimento serão sincronizados com a entrada e a saída desses profissionais de suas unidades de atendimento. Os servidores deverão usar, para acesso, o cartão transporte regular.

Os dados de carregamento de passageiros serão monitorados pela Semob, que poderá, de acordo com a necessidade, aumentar a quantidade de veículos necessária ao atendimento.

Fonte
G1


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar se

Notícias Relacionadas
Colunas
Colunas
Mais Vídeos
Seja você a mudança que quer para o mundoSeja você a mudança que quer para o mundo
Vídeos

Seja você a mudança que quer para o mundo

Clubinho Honda – Segurança no TrânsitoClubinho Honda – Segurança no Trânsito
Vídeos

Clubinho Honda – Segurança no Trânsito

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsitoEm todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito
Vídeos

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito

O uso da bicicleta facilita o trânsitoO uso da bicicleta facilita o trânsito
Vídeos

O uso da bicicleta facilita o trânsito