Notícias
| Postado em 07 de novembro de 2019 às 9:48

Uber lança novas ferramentas de segurança para motoristas e usuários

Por Redação Portal

O anúncio das novas medidas, na última terça-feira (5), em São Paulo, reuniu a imprensa de vários países latino americanos.

Uber lança novas ferramentas de segurança para motoristas e usuários
Divulgação
O aplicativo de viagens Uber se prepara para lançar novas ferramentas para aumentar a segurança dos motoristas parceiros e dos usuários do sistema. O quesito segurança é hoje um dos maiores desafios da empresa, que iniciou sua plataforma em 2010 como alternativa de mobilidade. A empresa conta atualmente com 4 milhões de parceiros só na América Latina.

O anúncio das novas medidas, na última terça-feira (5), em São Paulo, reuniu a imprensa de vários países latino americanos. Entre as ferramentas de segurança, que serão lançadas nos próximos meses, estão desde a opção do motorista ou usuário gravar uma conversar ao longo do percurso, caso não se sinta confortável, e enviar para a Uber; ou acionar a Polícia diretamente do app para o 190, em caso de emergência ou situação de risco. Ao pressionar o botão, a Polícia será informada da localização atual e informações do veículo e do condutor.

Outra medida de segurança diz respeito à identidade verdadeira do condutor. Para evitar que outras pessoas usem o cadastro de determinado motorista, a Uber vai solicicitar no início de cada viagem e ao longo do dia, selfie do motorista em tempo real para confirmar se é a mesma pessoa. O trabalho de verificação da identidade e idôneidade do motorista inclui ainda a verificação junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) por meio de um contrato com o Serpro (empresa de TI do governo federal).

A Uber poderá confirmar as informações cadastrais dos motoristas e entregadores parceiros e de seus veículos em tempo real, a partir das informações da CNH e do documento do veículo. Outra forma de validar as informações repassadas pelo condutor será por meio de uma parceria junto à Serasa. “Não se trata de verificar a questão financeira, mas da confirmação dos dados”, revelou Marcello Azambuja, diretor do Tech Center da Uber, em São Paulo.

Não apenas o condutor terá sua identidade analisada, o usuário também. No caso da opção de pagamento por dinheiro, o usuário terá que enviar uma foto de algum documento, que passará por análise junto à base de dados do governo. O recurso começa a ser implementado no Chile e chegará ao Brasil em 2020. Para quem faz o pagamento em cartão de crédito isso não será necessário. Os usuários do aplicativo também vão receber um código (PIN) e a viagem só será iniciada se o PIN do veículo e do motorista estiverem corretos.
Durante as viagens, que são registradas por GPS, o usuário pode acompanhar sua rota e localização. A Uber também fará a checagem de rota para identificar se alguma coisa saiu fora do esperado. Paradas inesperadas, não previstas podem resultar no envio de uma mensagem para o motorista e usuário perguntando se eles precisam de algum suporte. A Uber conta com uma equipe especializada em segurança disponível 24 horas. “Podemos encontrar o veículo com muita facilidade. Nos últimos anos estamos aprimorando as ferramentas de segurança”, apontou o diretor global de produtos de segurança da empresa, Sachin Kansal.

Fonte
Diário de Pernambuco


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Notícias Relacionadas
Acidente de trânsito

Caminhoneiro bêbado mata policial e fere outros 3

Um caminhoneiro alcoolizado matou o cabo Renan Gonçalves, da Polícia Militar, e feriu outras...

Atropelamento

Câmera flagra momento em que motorista perde controle da caminhonete e atropela ...

Uma mulher foi atropelada por uma caminhonete no final da manhã deste domingo (8), quando

...
Ciclista

Motorista embriagado atropela e mata ciclista

Um motorista de 25 anos embriagado atropelou dois ciclistas na manhã deste sábado na Dutra...

Colunas
Colunas
Colunas