Vendas
| Postado em 02 de abril de 2020 às 2:52

Venda de veículos novos cai 22% em março

Por Redação Portal

Os resultados foram divulgados nesta quinta-feira (2) pela associação das concessionárias, a Fenabrave, e mostram o impacto da pandemia do coronavírus no setor.

Venda de veículos novos cai 22% em março
Reprodução

A venda de veículos novos caiu 21,8% em março, na comparação com o mesmo período do ano passado. Os resultados foram divulgados nesta quinta-feira (2) pela associação das concessionárias, a Fenabrave, e mostram o impacto da pandemia do coronavírus no setor.

Foram emplacadas 163.588 unidades de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus no último mês, contra 209.148 em março de 2019.

Em relação a fevereiro a queda foi de 18,6%. Já comparando os acumulados de janeiro a março, as vendas tiveram uma queda menor, de 8,2%.

Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o mês de março foi impactado, drasticamente, em função da pandemia do coronavírus.

“Nosso setor, que representa 4,5% do PIB e gera, diretamente, mais de 315 mil empregos, por meio de 7,3 mil concessionárias, está, praticamente, paralisado, em função dos decretos de quarentena”, disse Alarico.

Por segmentos
O bloco que inclui automóveis e comerciais leves foi que mais sentiu o efeito da pandemia em março, com queda de 21,9% em relação ao ano passado. Foram emplacadas 43.706 unidades a menos, fechando o mês com 155.810. Considerando somente os automóveis, o impacto foi de 23% a menos nas vendas.

Entre caminhões e ônibus a queda foi ligeiramente menor, de 19,3%. Porém, os ônibus representaram a maior queda de todo o mercado: 35,4%, passando de 2.004 para 1.295 unidades vendidas nos respectivos meses de março.

Onix sente queda, mas segue líder
Modelo mais vendido do país, o Chevrolet Onix fechou o último mês com uma queda de 32%. Em março o modelo teve 12.007 unidades vendidas, contra as 17.652 de fevereiro.

O sedã Onix Plus passou da vice-liderança para a quarta colocação com 6.670 unidades – contra as 9.123 anteriores. Ainda na Chevrolet, é cedo para dizer sobre os impactos para o novo Tracker, que chegou às lojas na metade do mês e tem estoque da antiga geração.

Já a Hyundai pouco sentiu a crise e vendeu 1.360 (16,2%) HB20 a menos. Foram 7.042 em março, garantindo o terceiro lugar do pódio, atrás apenas do Ford Ka, que emplacou 7.103 unidades.

Ford passa Hyundai
A queda geral dos números causou mudanças não apenas no ranking de modelos, mas também das fabricantes, considerando automóveis e comerciais leves.

Assim como o Ka ultrapassou o HB20, a Ford tomou o quarto lugar que foi da Hyundai em fevereiro. Mais do que isso, a americana aumentou sua participação no mercado, passando a ter 9,24%. A sul-coreana tem 8,5%. Em fevereiro, elas tinham, respectivamente, 7,8 e 8,5%.

A General Motors continuou na liderança com 16,4% de participação do mercado, mas viu suas vendas gerais caírem em quase 10 mil unidades. Foram 25.501 em março, contra as 34.145 de fevereiro.

0 0 vote
Article Rating

Fonte
Auto Esporte



Deixe sua reação


Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas
Colunas
Colunas
Mais Vídeos
Seja você a mudança que quer para o mundoSeja você a mudança que quer para o mundo
Vídeos

Seja você a mudança que quer para o mundo

Clubinho Honda – Segurança no TrânsitoClubinho Honda – Segurança no Trânsito
Vídeos

Clubinho Honda – Segurança no Trânsito

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsitoEm todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito
Vídeos

Em todo o mundo pessoas arriscam a sua vida e dos seus no trânsito

O uso da bicicleta facilita o trânsitoO uso da bicicleta facilita o trânsito
Vídeos

O uso da bicicleta facilita o trânsito