Projeto
| Postado em 02 de dezembro de 2019 às 2:45

Voluntários ensinam pessoas de todas as idades a andar de bicicleta

Por Redação Portal

As aulas são gratuitas e acontecem no último domingo de cada mês

Voluntários ensinam pessoas de todas as idades a andar de bicicleta
Reprodução

“A bicicleta humaniza as pessoas”, diz Clebson Pereira, um dos coordenados do projeto voluntário Bike Anjo em Natal, que ensina pessoas de todas as idades a andar de bicicleta. As aulas são gratuitas e acontecem no último domingo de cada mês, próximo ao anfiteatro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no bairro Candelária, Zona Sul da cidade.

A próxima aula está prevista para o dia 26 de janeiro de 2020. O projeto surgiu em São Paulo, SP, e está presente em 777 cidades em 36 países. Chegou a capital potiguar em 2015 e ensinou até uma senhora de 72 anos a andar de bicicleta em meia hora. “Eu achei que ela não iria conseguir. Foi surpreendente”, relembrou Pereira.

Clebson, que é arquiteto e cicloativista, contou que a vontade em trazer o projeto para Natal surgiu após a participação de um fórum de mobilidade em Recife, PE, no final de 2014. Um dos principais argumentos que ele defende é que ao andar de bicicleta as pessoas conseguem conhecer melhor os detalhes das cidades. “Quando você passa de carro, não percebe a cidade”, argumentou.

Para o ativista, a bicicleta faz parte do trânsito e é uma solução viável principalmente em pequenos deslocamentos. “A gente percebeu que ela humaniza as pessoas. Dois motoristas em carros disputam espaço no trânsito. Duas pessoas de bicicleta passam uma pela outra e se cumprimentam”, relatou o arquiteto. Ele ressalta que os principais objetivos do projeto são tornar as pessoas mais sociáveis e disseminar a facilidade e eficiência dos deslocamentos na cidade.

Dilma Peixoto é petroleira aposentada e virou voluntária do projeto depois de aprendeu a andar de bicicleta aos 56 anos, em setembro do ano passado. Ela fez duas aulas e disse que o Bike Anjo permitiu que ela realizasse um sonho da adolescência. “Passei a vida com inveja de quem sabia”, contou.

A aposentada disse que antes de começar a aula observou a forma que os voluntários do projeto ensinavam. “Não via ninguém cair. Eu senti muita segurança. Tive coragem, fui e deu certo”, lembrou.

De acordo com Dilma, a principal mudança desde a participação como aluna no projeto foi o ganho de autoconfiança. “A gente se sente mais confiante. Passei a motivar e instigar pessoas de minha idade e até mais velhas que eu”, contou. Ela se tornou voluntária no projeto e ajuda a catalogar os alunos e organizar a ordem de chegada em cada aula.

Projeto

O projeto começou com um site em que pessoas interessadas em aprender a andar de bicicleta e voluntários que podem ensinar essas pessoas fazem um cadastro. A partir daí, o projeto conecta um ao outro. Até o dia 1º de dezembro eram 7.661 voluntários cadastrados e 24.451 pedidos para aprender a andar de bicicleta.

As aulas do projeto Bike Anjo acontecem com frequência mensal em pelo menos 20 cidades brasileiras. Em Natal, os voluntários se reúnem no último domingo do mês na UFRN, próximo ao anfiteatro. A próxima aula está prevista para o dia 26 de janeiro de 2020.

Fonte
G1


Tags


Deixe sua reação


Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Notícias Relacionadas
Notícias

MP que extingue o DPVAT é questionada no STF

A Medida Provisória 904 do governo Jair Bolsonaro que dá fim ao DPVAT – seguro obrigatório ...

Recall

Hyundai chama i30 para recall; airbags podem se abrir com impactos em ...

A Hyundai anunciou um recall envolvendo 112.585 unidades do i30 de primeira geração, feitos...

DPVAT

Seguradora quer reverter decisão do governo de extinguir Dpvat

De cada 10 veículos na rua, menos de três têm seguro facultativo – mais de 70% transitam...

Colunas
Colunas
Colunas
Colunas